Saturday, March 28, 2020

Fepasa Baldwin AS616E 3401 azul

Foto Cid Jose Beraldo 1976
Ola Pessoal, tudo joia? bom quero apresentar um projeto que eu conclui ja tem algum tempo, trata-se de uma das melhores maquinas que a Fepasa ja teve, a Baldwin as616E. Essas maquinas antes de pararem na Fepasa teve uma trajetória interessante, vieram usadas da EFCB e também da RVPSC para a EFS e depois repassadas para FEPASA.

O modelo que eu decidi reproduzir é a de numero 3401, a cabeça da serie, fiz uma pintura bem
diferenciada (pintura Fabiano Louzada), trata-se da fase azul, mas foi um pouco diferente esse esquema do restante das outras AS616, alias ne essa maquina nunca teve ao certo um padrão a seguir, pois ja na formação da Fepasa ela iria ter vida curta, nunca chegou a receber a Fepasa fase II vermelha. Eis o padrão que ela recebeu aqui.

Ultima AS616E a ser baixada na FEPASA 3408
Bom continuando sobre essas maquinas, tiveram varias variações da fase I azul, faixas curtas e mais longas, e tb padrão transição EFS/Fepasa que eu acho muito interessante e ate penso um dia reproduzir, no caso seria esse padrão aqui, qual o problema então? so um: trata-se da maquina mais difícil que eu ja construi, exige um grau de modificação muito alto para deixa-la similar as verdadeiras, exigindo bons olhos para apreciar todos os detalhes que elas tem.

Não é definitivamente uma maquina para pessoas principiantes fazerem, claro se a pessoa esta muito interessada ela tem que tentar claro, mas o custo disso tudo somado as centenas de horas faz ate mesmo os mais experientes pularem fora do trem antes mesmo do projeto terminar, sendo assim muitas vão pro fundo do guarda roupa para dentro das caixas e ali ficam pra sempre ou então apenas aplicar uma pintura e esta tudo bem.

modelo ja concluido antes de
 receber a pintura
modelo ja concluido na bitola métrica HOn3
No caso se voce deseja muito mesmo uma as616E voce deve estar munido de fotos muitas alias, procurar pessoas que conheceram essas maquinas e perguntar sobre detalhes, fazer um garimpo de detalhes com fotos mais detalhadas, pois essa é a chave de se conseguir fazer uma com todos os detalhes, no caso da minha fui ate o fim do processo enchendo o saco de muita gente rsrs, mas o objetivo foi concluído com sucesso, fiz a maquina nos mínimos detalhes exigidos, não esqueci nada nela, exigi de mim mesmo o máximo de atenção e conselhos, alias conselhos não faltaram pra desistir dessa insanidade rsrsrs.
teto com ventiladores da AS616E

No caso da minha fiz completa, isso quer dizer, teto, laterais, cabine, ventiladores, degraus, truques invertidos (por falar neles conheço apenas duas maquinas com esse grau de satisfação exigido feito, a minha e do Nilson Rodrigues), e rebitolagem da bitola HO para bitola métrica HOn3. Os desafios foram enormes, pois se algo desse errado dificilmente conseguiria recuperar exigindo uma nova carcaça. E por falar em carcaça aqui foi uma mistura de 2 maquinas para se fazer uma bem feita, usei chassis e truques duma AS616 Stewart e carcaça da Bowser, apesar da bowser ser a versão atualizada da Stewart, essa não me oferecia a possibilidade de fazer a inversão dos truques, sendo assim usei truques da Stewart para isso.

 As modificações mais fortes foram no teto pois refiz tudo nele, caixas d'agua, ventilação, caixa de cilindros e cabine modificada vindo duma rs11, as laterais foram adicionas novas venezianas e as telas do freio dinâmicos foram trocadas de lugar,  truques foram invertidos trocando a base duma ponta e passando ela pra outra ponta, foi tenso isso, pois o material he muito quebradiço e tive que redobrar a atenção nesse ponto, testei e ficou muito bom, mas foi a parte mais tensa do projeto. bom deixo aqui com vocês as fotos do processo. Falta fazer um filme dela funcionando, depois eu mando aqui, abraços a todos.

processo de construção da locomotiva:

ventiladores do teto
 




laterais com o freio dinâmico e telas do motor trocadas de lugar


 chassis e mechanic alco
 

detalhes que foram usados




fotos da maquina ja pronta






No comments: